Minha loja no Magazine Você

quarta-feira, 16 de abril de 2008



Mulher!

Não sei dizer ao certo o que realmente é ser mulher!
Porque mulher pode ser mil coisas...
Pode ser forte o bastante para enfrentar o sofrimento causado por um homem cafajeste.
Pode ser forte para resistir às tentações fora do casamento.
Pode ser forte pra dizer um basta!
Mas a mulher pode ser fraca...
E é fraca!
Fraca quando tem medo de assumir sua vida e filhos sem o marido.
É fraca ao se deixar ser infeliz
É fraca ao ignorar seus desejos, seus sonhos...
É fraca ao dizer que tem medo!
Cresci vendo mãe, tias, amigas de tias, conhecidas de conhecidas e amigas sofrendo por homem.
Eu vivi o sofrimento de minha mãe e assisto ainda hoje a amargura de se anular, o sofrimento de amar loucamente alguém que jamais fez dela uma prioridade, fez dela apenas uma opção!
Mas admiro de longe a força pra recomeçar que dentro dela brota... Devagar, porém firme.
Eu tbm vi uma mulher de 32 anos, formada aceitar ser a outra, ser a opção de uma quarta-feira... Eu vi mulheres inteligentes, bem sucedidas perderem tudo inclusive o amor próprio! O que explica isso?
Nada podemos fazer por uma mulher, a escolha tem que ser dela! Ela decide o que quer da sua vida, somente ela... E isso muitas vezes eh agonizante!

Mas também vi mulheres vencerem, superarem a dor da morte de um filho, encontrar o homem da sua vida e num outro dia perceber que se enganou e mesmo assim sorrir, trabalhar e recomeçar...
E vi mulheres felizes! Porque apesar de tudo jamais há de morrer dentro de uma mulher a luz da felicidade!

Não sei ao certo como explicar o inexplicável da mulher...
Seu jeito, seus sentimentos e suas atitudes...
Mulher...
Pra que nasceu?
Pra que vive?
Pra que sonha?
Mistérios...
Eu queria muito explicar as mulheres...
Mas quem explica um ser que tem a mais linda capacidade de gerar outro ser?
Quem explica esse ser que é capaz de amar incondicionalmente?
Que luta e batalha pelos seus sonhos.
Ser esse que ilumina o dia de alguém... Que faz feliz o ser amado.
Mulher sem sombra de duvidas é ser forte e fraca! Feliz e triste!
È viver intensamente seus desejos e suas vontades... È ser autentica pra assumir que a escolha eh sua! Dane-se o resto!

Sofrer é uma escolha.
Felizes as mulheres que escolheram a felicidade!

Eu Janaina Menezes - Mulher!

Um comentário:

vivi disse...

É prima
Acontece quer ser mulher é tudo isso que você disse e um pouco mais. Ser mulher é ter ternura e agressividade em um mesmo gesto. É entender, estender a mão, dar colo, mas também é dar a volta por cima, e também passar por cima quando isso se fizer necessários. Somos capazes de gerar uma vida, capazes de morrer de paixão ou viver por ela, capazes de chorar de alegria ou rir em um momento de tristeza e puro nervosismo. Temos o cérebro diferente do deles. Conseguimos utilizar os dois lados dele para fazer as coisas. Por este motivo conseguimos dirigir, passar batom e falar ao celular ao mesmo tempo!!!! Mas o sofrimento, ahhh, o sofrimento é opcional para ambos os sexos e no caso das mulheres, é uma decisão, porque nós decidimos sofrer ou passar por cima. Estou falando sobre o sofrimento do coração. Somos nós quem decidimos dar o tal basta que vc falou ai!!! Então celebremos a força feminina e, acima de tudo, a capacidade de dizer, Basta! Chega de violência, chega de agressões, verbais, físicas, sentimentais ... Somos lindas, somos ternas, somos mulheres fortes, chega de sofrimento!!! É mais ou menos por ai ...

Beijosssssssssssssss Vivi